Space metal

Já está pronto o artigo sobre o processo de criação do Te Voy A Quebrar no split cd com O Cúmplice. Para ler clique aqui. Mas não deixe de ler o resto desta postagem.

FONTES DE INSPIRAÇÃO

Concepção artística de quatro estágios diferentes da terraformação de Marte.

Concepção artística de quatro estágios diferentes da terraformação de Marte.

Terraformação é a denominação dada ao processo, até agora teórico, de modificar um planeta, um satélite natural ou outro corpo celeste para que este tenha melhores condições de ser habitado por humanos ou outros animais. Um planeta pode ser considerado terraformado com sucesso quando a atmosfera e a temperatura nele verificadas sejam semelhantes a atmosfera e a temperatura do planeta Terra.

Muito se especula sobre a terraformação desde os primórdios da exploração espacial. A maior parte do que se sabe sobre a modificação de planetas é baseado no que já observamos em nosso próprio mundo. Na Terra são cada vez mais evidentes os efeitos da poluição sobre o ecossistema, sinal de que é possível afetar o ambiente em uma escala global a fim de mudá-lo — embora esse processo possa ser muito lento.

A possibilidade de criar uma biosfera planetária que imite a Terra em um outro planeta ainda precisará ser muito estudada, já que não se conhece os efeitos das mudanças atmosféricas e de temperatura na geologia, na geodinâmica e na morfologia de um planeta.

Marte é o candidato mais provável para as primeiras experiências em terraformação. A NASA estuda maneiras de aquecer o planeta e de alterar a sua atmosfera, preocupando-se em debater o impacto que a colonização de outros planetas teria sobre a economia e a política dos países participantes de tal tipo de projeto.

O termo “terraformação” foi empregado pela primeira vez em 1949 num romance chamado Seetee Shock, de Jack Williamson. Ao longo do tempo o termo foi usado em diversos filmes e livros de ficção científica, mas foi só a partir da década de 1980 que o termo passou realmente a designar um ramo de estudo em engenharia planetária.

Para saber mais no Wikipedia clique aqui.

Conto de H. P. Lovecraft que inspirou a nossa música homônima. Fizemos a nossa viagem em cima da viagem do autor.

Conto de H. P. Lovecraft que inspirou a nossa música homônima. Fizemos a nossa viagem em cima da viagem do autor.

E abrimos tudo, inspirados pela desolação do blues de um Robert Johnson ou Skip James, com Água Santa Blues, que leva ao mesmo sentimento de desolação cósmica.

Anúncios

1 Comentário

  1. Caralhowww Ale, vc anda fumando maconha de madrugada???


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s